Camaçari inicia avaliação para transplante de células-tronco

Os médicos especialistas em ortopedia, Gildásio Daltro, Fabiano Maltez e Edilton Lima, todos do Hospital das Clínicas da Universidade Federal da Bahia (Ufba), atendem nesta sexta-feira (09/04), durante todo o dia, 145 portadores de anemia falciforme.
Eles vieram a convite da Unifal (Unidade de Apoio as Pessoas com Doença Falciforme), que funciona no Cuidar, em parceria com a Associação Camaçariense de Pessoas Portadoras de Doença Falciforme.

O ortopedista Gildásio atende paciente no Criar (foto: Carol Garcia)

Os profissionais vão examinar os casos para fazer um trabalho curativo e preventivo, avaliando e orientando minuciosamente todos os pacientes, a exemplo de Beatriz Pessoa, de 9 anos, residente no bairro da Nova Vitória.

O caso dela foi devidamente avaliado pelo pesquisador Gildásio Daltro, que faz transplante de células tronco em pacientes com doenças falciforme (ósseo). Segundo ele, a doença atingiu a coluna da menina, que vai precisar usar um aparelho corretivo viabilizado graças ao programa da Ufba.

Na opinião do profissional, a organização da Unifal é surpreendente e tem um modelo exemplar, desde o aconselhamento genético, cuidados, prevenção e orientação com relação à doença. “Encontrei os pacientes com as fichas prontas, organizadas e o atendimento está fluindo com a maior naturalidade”, destacou Gildásio Daltro.

Para a médica hematologista, Mercês Borja, que atende na unidade, a visita da equipe do Hospital das Clínicas representa um momento único no Município. “Antes os doentes tinham que se deslocar para Salvador para se tratar, agora eles têm toda a assistência que merecem aqui”.

De acordo com Tiago Novais,Coordenador da UNIFAL, já está confirmada a vinda do Dr Gildásio no próximo mês,  para  novos atendimentos. A vinda de Dr Gildásio e equipe significa   melhoria da qualidade de vida das pessoas com doença falciforme , no intuito de se evitar sequelas ortopedicas a estes pacientes, afirma Tiago.
No final dos atendimentos, acontece uma reunião com todos os profissionais envolvidos para avaliação e andamento dos casos mais graves. Camaçari é hoje referência no tratamento da anemia falciforme e atrai pacientes de Simões Filho, Dias D`Ávila, Alagoinhas, Esplanada e toda Região Metropolitana.

17 Responses to Camaçari inicia avaliação para transplante de células-tronco

  1. Leina de Castro Dias disse:

    Gostei imensamente dessa notícia sobre celulas tronco do dr. Gildásio e sua equipe.Sou de Goiania , tenho uma displasia congenita,e fiquei engessada mais de uma ano quando bebe de 1 ano. Tudo ficou perfeito ate eu fazer 50 anos.O meu médico daqui me disse que nada tem a fazer e que so daqui uns 6 anos posso fazer a cirurgia e corre o risco de não dar certo. Resumindo me vi aí na Bahia fazendo essa cirurgia com células tronco,pois sinto dores horríveis que fazem com que eu quase não ande,tomando remédios demais ,porque mesmo sentada ou deitada as dores são constantes.Quero voltar a ter uma vida normal que achei que n
    unca mais teria e agora sonho poder participar desse tratamento.
    Tenho uma filha médica que talvez se tiver alguma resposta ela poderá detalhar melhor.Muito obrigada…Leina.

  2. Flavio Luiz disse:

    Boa Tarde, Meu nome é Flavio, sou de Ribeirão Preto – SP Tenho 52 anos e a quatro anos atras tive o diagnóstico de osteonecrose da cabeça femoral nas duas pernas, atualmente estou com apenas 60% dos movimentos e ainda consigo andar sem ajuda, mas com dor, fiquei muito interessado no tratamento com celulas tronco do Dr Gildasio, e gostaria de saber se para meu caso há tambem esse tratamento, se puderem me dar maiores informações agradeço desde já.

    • laerte disse:

      flavio meu nome e laerte tenho osteonecrose bi lateral na cabeça femural,tambem procuro um tratamento com celulas tronco mas ate agora não encontrei um forte abraço e fé em Deus que logo encontraremos uma solução.

  3. Elisabete disse:

    Sou de Caxias do Sul – RS. Li sobre o tratamento com células tronco e gostaria de saber: Uma pessoa com osteosporose na bacia pode fazer o tratamento com células tronco. Se pode, como devo proceder?

    Elisabete Regina

  4. Meu nome é Adão Silvério Guedes, 60 anos a completar em 5 de fevereiro, resido em Santo Estevão, Bahia.
    Sou portador de artrose avançada do quadril oriunda da necrose avascular da cabeça femural. Do lado esquerdo, segundo laudo da ressonância magnética, havia 75% de necrose e do lado direito 50%.
    Fui submetido a artroplastia total do quadril esquerdo em 15/12/2011. Gostaria de me consultar com o Dr. Gildásio Daltro para estudar a possibilidade de me submeter ao tratamento com células tronco no meu quadril direito, evitando uma cirurgia tão invasiva. Meu plano de saúde é Planserv porém não me importo de pagar a consulta particular. Por favor, tenho certa urgência na resposta, uma vez que, em função da cirurgia que me submeti em dezembro ainda estou de licença do me trabalho, tempo que eu poderia aproveitar para uma consulta. Desde já, agradeço. Adão Silvério Guedes (26/01/2012)

  5. Andre luiz batista de sousa disse:

    Professor gildásio nescessito de sua ajuda problemas na cabeça do femur gostaria de marcar uma consulta sou de bh meu nome é andre meu telefone é 31 9935-1123

  6. Rosangela Grillo disse:

    Oi eu tenho coxa-artrose desgaste da cabeça do femur e desgaste também do acetabulo,tenho muitas dores e limitações de movimentos.Vivo na esperança de que a Medicina através das células tronco possa me tratar.moro em Santa Catarina.
    Agradeço imensamente informaçõessobre tratamentos com Dr GILDÁSIO.
    Grata Rosangela

  7. rosimere santos disse:

    meu nome maria teresa tenho problema desgaste no osso quadril
    faz 08 meses que nao ando mas fique empoldada com o programa
    tv globo gostaria de ser avaliada com dr. gildasio moro em sao paulo tenho 56 anos
    fone (11) 25222223

  8. wilsom Mota Julio disse:

    meu nome ,Wilson Mota Julio,preciso do diagnostico do dr.Gildasio,moro em Piracicaba mas posso viajar para consulta.fone 19 34221781

  9. Josiene disse:

    Olá tenho um amigo que sofreu um acidente de moto, passou por varias intervençoes cirurgicas e perdeu os movimentos de um braço, ele é jovem mora no interior, o que dificulta ainda mais, tentar um novo tratamento ele diz que esta disposto a fezer testes pra com que seu braço volte a se movimentar, ele é lavrador, entao há muito não tem como trabalhar.No mais se surgir uma oportunidade e que precisem de pessoas para testar celulas-tronco, gostaria muito que me contatasse.

  10. Sheyla Azevedo Pereira disse:

    Gostaria de saber se necrose femural é decorrente SOMENTE de anemia falciforme ou se pode ter outras causas. Sofro de dores nos quadris, em intensidade que varia de incômodo a insuportável, com alívio ao uso de relaxante muscular. O ortopedista consultado não soube me dar diagnóstico. Temo piora do quadro com o tempo. Gostaria de alguma orientação, como por exemplo o tipo de exame indicado para estabelecimento de um diagnóstico

  11. Patricia Miranda disse:

    Meu nome é Patricia, tenho 42 anos e moro em Governador Valadares-MG, tenho artrite reumatóide desde aos 24 anos de idade, e há 1 ano atrás descobri que tenho necrose avascular no fêmur esquerdo , já estou com promessa de prótese, sinto dores para andar e atualmente uso muleta na hora da crise. Interesso muito no tratamento de celulas tronco. Gostaria de uma resposta. Obrigada.

  12. Jose Nilmar de Holanda disse:

    Meu nome é José Nilmar de Holanda tenho 70 anos e resido na cidade de Cajazeiras-Paraíba e descobrir atraves de radiografias há 2 anos que tenho necrose avaswcular no fêmur direito com dores insuportável.Gostaria muito de ter algum conhecimento no tratamento com cédulas tronco.Espero uma resposta.

  13. Edi Marli disse:

    Olá meu nome é Edi Marli moro no interior de São Palo, tenho um filho com apenas 19 anos portador de anemia falciforme e recentemente surgiu a osteonecrose em ambas as cabeças femurais sendo que, o lado esquerdo econtra-se mais afetado. Gostaria muito que ele passasse por avaliação com o Dr Gildasio.
    para ver a possibilidade do tratamento com células tronco. Desde já agradeço e aguardo uma resposta.

  14. Jorge Luiz Oliveira Carvalho disse:

    Meu nome é Jorge Luiz, tenho um filho de 10 anos, que é FALCEMINO, estar com a visão bastante comprometida, gostaria de uma avaliação em relação ao problema dele.

    • Jorge Luiz Oliveira Carvalho ( nino) disse:

      Meu nome é Jorge Luiz, tenho um filho de 10 anos, que é FALCEMINO, estar com a visão bastante comprometida, gostaria de uma avaliação em relação ao problema dele.

  15. nino disse:

    Meu nome é Jorge Luiz Oliveira Carvalho, moro em Alagounhas, Bahia. meu filho e FALCEMICO tem 10 anos, estar com problemas na visão, estamos com dificuldade com especialista em falcimia, por isso estou pedindo orientações de vocês.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: